2.24.2016

23/02/2016 NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA, NÃO À CPMF!!!!!!!

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sem redação final
Sessão: 011.2.55.OHora: 15h46Fase: GE
 Data: 23/02/2016


O SR. PRESIDENTE (Delegado Edson Moreira) - Concedo a palavra ao Deputado Arnaldo Faria de Sá, do Bloco/PTB de São Paulo, por 1 minuto.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu queria registrar que a nova Presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, Cecília Marcondes, tomou posse ontem. Eu tenho certeza de que ela faráum brilhante mandato ao lado do Vice-Presidente Mairan Maia e da Corregedora Therezinha Cazerta.
Eu estive presente na posse representando a nossa Casa, que, sem dúvida nenhuma, foi extremamente concorrida. A posse foi um grande trabalho realizado pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região.
No Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, tomou posse o novo Presidente, Dimas Ramalho, que foi Deputado Federal e nosso colega nesta Casa; o Vice-Presidente Sidney Beraldo; e o Corregedor Renato Martins. Foi uma posse também bastante concorrida no Largo São Francisco, como a do TRF, na Assembleia Legislativa, mostrando efetiva participação.
Sr. Presidente, eu queria aproveitar a oportunidade para lamentar que se queira culpar a Previdência por toda essa crise econômica que estamos vivendo. Os responsáveis pela crise são a PETROBRAS e os fundos de pensão e não os trabalhadores
Hoje, há quase 10 milhões de desempregados. Se eles estivessem empregados, haveria recurso suficiente para a manutenção da Previdência. Nós não podemos prejudicar ainda mais os trabalhadores. Eles não deram causa a nada. A culpa é da situação econômica. Não se pode querer culpar os aposentados e pensionistas por essa situação. Lamento que alguns pares desta Casa acabem embarcando nessa canoa furada.
Eu queria cumprimentar a bancada do PT, que, mesmo sendo da base do Governo, já disse que não aceita essa reforma. Nós não podemos compactuar com isso. Infelizmente, aqui há muito filho de chocadeira, que não deve ter pai nem mãe.
Não à reforma da Previdência! Não à CPMF!
Postar um comentário