3.26.2014

26/03/2014 Porte de Arma aos Agentes Penitenciários

26/03/2014 - 17h58

Plenário aprova porte de arma para agentes prisionais, substitutivo do Deputado Arnaldo Faria de Sá é aprovado

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou a proposta que concede aos agentes e guardas prisionais o direito de portar arma de fogo de propriedade particular ou fornecida pela respectiva corporação ou instituição, mesmo fora de serviço. A matéria vai ao Senado.
O texto aprovado é o substitutivo da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado para o Projeto de Lei 6565/13, do Executivo.
Antes da votação da matéria, o líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), explicou que o governo não tem compromisso de sanção com a inclusão dos guardas portuários entre os profissionais que terão porte de arma. A mudança consta do substitutivo aprovado, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), relator pelas comissões de Constituição e Justiça e de Cidadania; e de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.
Reportagem – Eduardo Piovesan  Edição – Pierre Triboli
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'


26/03/2014 Votação Porte de Arma Agentes Penitenciário

Brasília - O Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá conseguiu ontem, da Tribuna, a retirada do Regime de Urgência do Projeto do FGTS ocasionando assim, como ítem 1.º a ser votado na Sessão da Câmara dos Deputados, de hoje, 26/03, o PL 6565/2013, que trata do Porte de Arma aos agentes prisionais. Arnado Faria de Sá foi Relator da matéria, incluindo os Agentes Penitenciários como beneficiários do Porte de Arma, mesmo quando fora de serviço, atendendo a dispositivos constantes dos arts do PL 6565.A votação está prevista para a tarde de hoje. Arnaldo Faria de Sá conclama a todos os Agentes Penitenciários para acompanharem a votação.