8.12.2010

CARAVANA ARNALDO FARIA DE SÁ

São Paulo - Por diversos pontos da cidade de São Paulo, como também do interior, é crescente o número de adeptos à candidatura do Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá. O Deputado, que tem em seu Gabinete de orientações previdenciárias no Jabaquara estrutura montada para o atendimento diário de cerca de 800 pessoas, vem trabalhando firme em busca de sua reeleição. Arnaldo Faria de Sá, porém, não deixa de lado suas obrigações como parlamentar, eleito pela confiança de seus fiéis eleitores, e sempre que convocado está em Brasília acompanhando as votações de interesse da sociedade, dos aposentados e pensionistas, idosos e em defesa do direito do cidadão. Arnaldo Faria de Sá, para relembrar, foi atuante na criação da Lei que rege o Estatuto do Idoso; presença marcante nas comissões, sejam elas Especial, Parlamentar de Inquérito ou Permanente, destaca-se por sua posição firme e independente. Foi Relator da PEC 308 - Polícia Penitenciária; PEC 555 Contribuição dos inativos do serviço público; PL 2295 que trata da jornada de 30 horas para auxiliares e técnicos de enfermagem; Relator do PL 4434 - recomposição das perdas dos benefícios de aposentados e pensionistas, Relator em tempo record do PL 3299 que trata do Fim do maldito Fator Previdenciário; (foi de sua autoria os Requerimentos que deram maior celeridade à tramitação dessas duas propostas); autor da PEC 300 Piso nacional das polícias e bombeiros militares, PEC 549 que rege a carreira de delegado de polícia civil; PEC 534 das Guardas Municipais dentre outras inúmeras que, se não passaram pelo crivo de sua relatoria, mereceram sua participação, seja na elaboração, seja na votação.

VENHA, JUNTE-SE À NOSSA CAUSA, À NOSSA LUTA!
FAÇA PARTE VOCÊ TAMBÉM DA NOSSA CARAVANA
Telefone para contato 11.5011.8285





NOTICIAS - ENCONTRO REGIONAL : APRIMORAMENTO PARA OS EMPRESÁRIOS CONTÁBEIS

ENCONTRO REGIONAL : APRIMORAMENTO PARA OS EMPRESÁRIOS CONTÁBEIS

SESCON-SP REGIONAIS

IV Encontro das Empresas de Serviços Contábeis de São José dos Campos, Guarulhos e Mogi das Cruzes reúne cerca de 300 participantes
No dia 18 de junho, em São José dos Campos, aconteceu o IV Encontro das Empresas de Serviços Contábeis da cidade e das regiões de Guarulhos e Mogi das Cruzes.
O evento contou com 300 participantes, entre eles autoridades, expositores, empresários e profissionais da contabilidade. Destaque-se a presença do Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, presente ao evento. Contador nato, Arnaldo Faria de Sá tem destacada atuação em defesa dos interesses da Classe dos Contabilistas no Congresso Nacional.
O diretor da regional do Sescon-SP de São José dos Campos, Clécio Fortes de Sousa, chamou atenção para o momento de evolução pelo qual a atividade contábil passa.
“Nossas empresas devem estar preparadas com gestão e domínio de todas as ferramentas, e a solução é a união e o associativismo”, afirmou ele, que discursou em nome dos outros representantes das regionais que também organizaram o evento, Edgar de Souza (Guarulhos) e Flávio Marcos de Siqueira Pinto (Mogi das Cruzes).
O encontro teve início com a realização de uma palestra sobre a gestão nas empresas de contabilidade, na qual foram listados os problemas e as dificuldades das organizações, os conceitos de planejamento estratégico e o uso da tecnologia na gestão das empresas do setor.
Abordou-se também o tema ‘Responsabilidade Civil, Penal, Profissional e Prevenções’. Os destaques da apresentação foram as normas para o exercício da profissão contábil, as responsabilidades e os riscos da atividade.
Um dos pontos mais fortes da palestra foi a explicação sobre a importância que se deve ter na identificação de clientes com potencial de risco como ferramenta de prevenção.
Na parte da tarde, foram abordadas as mudanças e os desafios impostos pela nova era digital, que levará as organizações a adotarem um novo perfil e também a darem mais importância para a consultoria, que influencia na gestão dos clientes.
Logo em seguida foram elencadas as ações institucionais do Sindicato e as lutas pela valorização das categorias representadas pela desburocratização e redução da carga tributária. A palestra “Liderança com Foco em Pessoas e Resultados” deu término ao evento.

Aos olhos do anfitrião
Depois de passado o encontro, o diretor da Regional de São José dos Campos,Clécio Fortes, falou sobre o sucesso que o evento teve. Ele comenta que este tipo de evento é importante porque traz a possibilidade de os participantes trocarem experiências, uma vez que há pessoas de toda a região participando.
O diretor ainda enfatiza que os participantes se atualizam com informações que agregam valor ao negócio deles
O evento discutiu diversos temas e Fortes frisa a importância dos assuntos abordados, “Os temas são escolhidos juntamente com todos os diretores das regionais do evento. Procuramos ver qual é a necessidade de informações do público participante”.

Um encontro diferente
Durante o evento, o Sescon-SP e a prefeitura de São José dos Campos firmaram um convênio que permitirá a capacitação de cem jovens do município nos cursos de Departamento Pessoal e Escrita Fiscal.
“Além de transmitir o conhecimento dessas áreas, iremos com esse projeto facilitar a inserção desses jovens no mercado de trabalho”, afirmou o presidente do Sindicato, José Maria Chapina Alcazar.
O prefeito da cidade de São José dos Campos, Eduardo Cury, ressaltou que a união do setor público com o privado torna a ação mais rápida e eficiente. O convênio foi assinado ainda pela secretária de Desenvolvimento Social da cidade, Márcia Quitéria de Freitas.

fonte: SESCONSP

NOTICIAS - SINDIFISCO NACIONAL

O Sindifisco Nacional realizou ná manhã de hoje, 12/08, encontro com representantes de diversas entidades do Serviço Público para debater a PEC 555, de 2006, que trata da contribuição dos inativos. O encontro foi marcado pela presença do Deputado Arnaldo Faria de Sá, convidado de honra do SINDIFISCO. No encontro foi instituída a Frente Nacional São Paulo pela PEC 555, proposta essa que encontra-se pronta para ser apreciada pelo Plenário da Câmara dos Deputados e, no último dia 03 de agosto, o Deputado Arnaldo Faria de Sá apresentou requerimento á Mesa Diretora pedindo a inclusão da proposta na Ordem do Dia dos trabalhos. Após a palestra, Arnaldo Faria de Sá foi entrevistado pelos jornalistas presentes ao evento, representando diversas entidades ligadas ao serviço público.

NOTICIAS - LDO Sancionada, aumento do Salário mínimo incluído na Lei 12.309/2010

Lula sanciona LDO e veta metas elaboradas por parlamentares


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou na segunda-feira (9) a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDOLei que define as metas e prioridades da administração pública federal, incluindo as despesas de capital para o exercício financeiro subseqüente, orienta a elaboração da Lei Orçamentária Anual, dispõe sobre as alterações na legislação tributária e estabelece a política de aplicação das agências financeiras oficiais de fomento. ) que vai orientar a elaboração da proposta de Orçamento para 2011, prevista para chegar ao Congresso no dia 31 de agosto. De forma inesperada, Lula vetou 603 ações que haviam sido incluídas no texto pelos parlamentares após negociações com o próprio Executivo. Essas ações, em sua maioria investimentos em áreas como transporte e saneamento, formam o Anexo 7 da lei e deveriam representar as metas do País para o próximo ano com prioridade nos gastos.
O Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, chama a atenção para o artigo 51 que trata do aumento do salário mínimo que, a seguir, transcrevemos na íntegra o artigo 51 da Lei 12.309 de 2010.


Art. 51. O Projeto e a Lei Orçamentária de 2011 incluirão os recursos necessários ao atendimento:
I - do reajuste dos benefícios da seguridade social de forma a possibilitar o atendimento do disposto no art. 7o, inciso IV, da Constituição, garantindo-se aumento real do salário mínimo equivalente à taxa de variação real do PIB de 2009 ou segundo outra sistemática que venha a ser estabelecida em legislação superveniente; e
II - da aplicação mínima em ações e serviços públicos de saúde, em cumprimento ao disposto na Emenda Constitucional no 29, de 2000.
§ 1o Para os efeitos do inciso II deste artigo, consideram-se exclusivamente como ações e serviços públicos de saúde a totalidade das dotações do órgão Ministério da Saúde, deduzidos os encargos previdenciários da União, os serviços da dívida, as transferências de renda a famílias e as despesas financiadas com recursos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza, e ressalvada disposição em contrário que vier a ser estabelecida pela lei complementar a que se refere o art. 198, § 3o, da Constituição.
§ 2o A distribuição regional dos recursos destinados a investimentos em saúde, observada a legislação vigente, considerará prioritariamente critérios que visem reduzir as desigualdades na oferta de ações e serviços públicos de saúde.
§ 3o Serão assegurados os recursos orçamentários necessários ao atendimento da:
I - política de aumento real do salário mínimo a ser definida em articulação com as Centrais Sindicais; e
II - política de ganhos reais aplicável às aposentadorias e pensões do Fundo do Regime Geral de Previdência Social a ser definida em articulação com as Centrais Sindicais e com representantes das organizações dos aposentados.
§ 4o Para efeito das negociações previstas no § 3o, será considerada a variação real do PIB.