7.05.2010

05/07/2010 Visita a Jundiaí - Sucesso total!!!

JUNDIAÍ - O Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá esteve hoje, 05/07, na cidade de Jundiaí, onde visitou a Associação de Aposentados e Pensionistas de Jundiaí e Região. Recebido pela diretoria da Associação que realizou uma reunião ampliada com seus associados e interessados para o debate do Projeto de Lei 4434/2008, que recompõe o número de salários na época da concessão da aposentadoria. Estiveram presentes o deputado federal Arnaldo Farias de Sá (que participou da aprovação do PL na Comissão de Constituição e Justiça e foi Autor do Requerimento que encaminhou à CCJC o PL 4434, que encontrava-se parado na Comissão de Finanças e de Tributação) e o presidente da FAPESP - Federação dos Aposentados de SP, Antonio Alves da Silva.

30/06/2010 - Arnaldo Faria de Sá cobra votação do Fim do Fator Previdenciário, derrubada do Veto Presidencial e ainda votação da PEC 300

O SR. PRESIDENTE (Manato) - Com a palavra, pela ordem, o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, agradeço-lhe a oportunidade.  Registro que vamos encetar a nossa luta para derrubar o veto presidencial aposto à extinção do fator previdenciário e também para pressionar o Presidente Michel Temer a colocar em votação o Projeto de Lei nº 3.299, que trata da alteração da base de cálculo de benefícios previdenciários. É uma grande excrescência. Queremos corrigir essa distorção. Cumprimento as centrais sindicais, que acordaram para a realidade e disseram que agora vão lutar pelo fim do fator previdenciário. Temos certeza de que o prejuízo é muito grande. Não podemos admitir que o trabalhador continue sendo prejudicado em cerca de 30%, 40% no valor da aposentadoria, se for homem, e em até 50%, se for mulher. Precisamos corrigir essa distorção o mais rapidamente possível. Esperamos também que, na semana que vem, seja cumprido o acordo do Líder do Governo e do Presidente desta Casa e colocada em votação a PEC nº 300, a respeito da criação do piso salarial nacional de policiais e bombeiros militares. Queremos garantir a votação da matéria, pois já passou do limite a possibilidade de ela ser colocada em pauta. Tenho certeza de que, se for colocada em pauta, será aprovada. Ela é, sem dúvida nenhuma, a redenção da segurança pública em nosso País. Muito obrigado.

30/06/2010 - Arnaldo Faria de Sá cobra votação do Fim do Fator Previdenciário, derrubada do Veto Presidencial e ainda votação da PEC 300

O SR. PRESIDENTE (Manato) - Com a palavra, pela ordem, o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, agradeço-lhe a oportunidade.  Registro que vamos encetar a nossa luta para derrubar o veto presidencial aposto à extinção do fator previdenciário e também para pressionar o Presidente Michel Temer a colocar em votação o Projeto de Lei nº 3.299, que trata da alteração da base de cálculo de benefícios previdenciários. É uma grande excrescência. Queremos corrigir essa distorção. Cumprimento as centrais sindicais, que acordaram para a realidade e disseram que agora vão lutar pelo fim do fator previdenciário. Temos certeza de que o prejuízo é muito grande. Não podemos admitir que o trabalhador continue sendo prejudicado em cerca de 30%, 40% no valor da aposentadoria, se for homem, e em até 50%, se for mulher. Precisamos corrigir essa distorção o mais rapidamente possível. Esperamos também que, na semana que vem, seja cumprido o acordo do Líder do Governo e do Presidente desta Casa e colocada em votação a PEC nº 300, a respeito da criação do piso salarial nacional de policiais e bombeiros militares. Queremos garantir a votação da matéria, pois já passou do limite a possibilidade de ela ser colocada em pauta. Tenho certeza de que, se for colocada em pauta, será aprovada. Ela é, sem dúvida nenhuma, a redenção da segurança pública em nosso País. Muito obrigado.

29/06/2010 Arnaldo Faria de Sá realiza Registros

O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Para uma breve intervenção de 1 minuto, concedo a palavra ao ilustre Deputado Arnaldo Faria de Sá. Em seguida, falará o Deputado Luiz Couto.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, quero deixar registrado que ontem tivemos um encontro em Cajamar, no Distrito de Polvilho, no Conselho de Pastores, e agradecer a presença de todos na Igreja Castelo Forte, do apóstolo Pastor Francisco e mais 13 denominações — discutimos assuntos extremamente importantes — , e ao Vereador Feliciano, que promoveu esse encontro de muita paz, alegria, oração e fé. Quero também registrar que na semana retrasada estivemos numa ação social, com o Diário do Grande ABC, em Santo André, no Bairro Cata Preta, e tivemos o apoio fundamental da Prefeitura de Santo André, através do Secretário Bonome, mostrando que é possível fazer o atendimento à população, de forma extremamente importante. Quero também cumprimentar o Cadu, com quem estivemos em Nazaré Paulista, no Arraial dos Amigos da Família Grames, deixando importante registro. Esperamos que semana que vem possamos votar finalmente a PEC nº 300, conforme o compromisso do Líder do Governo e do Presidente Michel Temer, uma expectativa de todos. Muito obrigado, Presidente Inocêncio Oliveira.

29/06/2010 - Arnaldo Faria de Sá recebe título de Cidadão Tremembeense e cobra votação do Veto Persidencial e da PEC 270

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, quero, com satisfação, através do Vereador Reynaldo Puggi, agradecer à Câmara Municipal de Tremembé o título de Cidadão Tremembeense que recebi no último domingo. Muito me agradou essa honraria. Sem dúvida nenhuma, é extremamente importante esse título que recebo da cidade de Tremembé. Através do Vereador Puggi, cumprimento todos os Vereadores pela homenagem que lá recebi. Sr. Presidente, quero aproveitar a oportunidade para cobrar a nossa preocupação com aquilo que está acontecendo com os aposentados e pensionistas sujeitos ao fator previdenciário. Queremos acabar novamente com o fator previdenciário. Foi vetada uma emenda à Medida Provisória nº 475, de 2009, mas o Projeto de Lei nº 3.299, de 2008, está pronto para a pauta. Queremos acabar com o fator previdenciário,pois o prejuízo para todos os trabalhadores é de em 30% a 40% do valor da sua aposentadoria, para o resto da vida. Isso para os homens. Para as mulheres o prejuízo acaba sendo pior: chega a 50%. É indigno alterar as regras do jogo durante o jogo. A pessoa que trabalhou durante tanto tempo tem prejuízo muito grande. Não podemos admitir que isso continue acontecendo. É nosso dever cobrar a votação do Projeto de Lei nº3.299 antes mesmo do recesso. Também queremos votar a PEC nº 270, de 2008, que prevê a integralidade dos proventos e a paridade para os aposentados por invalidez permanente. E lamento que a administração do INSS não tenha resolvido a questão dos médicos peritos, que estão paralisados. O prejuízo é muito grande. Já era difícil a situação do segurado. Todo mundo tem medo de ir à perícia médica. Alguns médicos peritos têm compromisso com a sua função, mas, lamentavelmente, outros são verdadeiros carniceiros: tratam mal o segurado, intimidam, fazem pouco, querem rota de fuga porque sabem o que estão fazendo. Queremos resolver, dar um jeito na perícia médica, que é vergonha nacional!Obrigado, Presidente Inocêncio Oliveira.